Café : Safra global 2018/19 deve ter superávit, após déficit em 2017/18 – 05/02/2018

Porto Alegre, 05 de fevereiro de 2018 – A oferta global de café passará para um superávit na safra 2018/19, com o Brasil, maior produtor mundial, a caminho de uma colheita recorde, mas os preços devem subir ligeiramente no final do ano à medida que os países reabastecerem seus estoques, segundo uma pesquisa da Reuters com 14 operadores e analistas.

Os futuros do arábica tendem a avançar em 6,5% até o término de 2018, em comparação com o fim de 2017, enquanto o robusta deverá subir 4,8%.

A mediana das previsões aponta para um déficit de 3,15 milhões de sacas de 60 kg na oferta de café em 2017/18 (outubro a setembro) e para um excedente de 4 milhões de sacas em 2018/19.

Tal previsão é em grande parte puxada pelas expectativas de que o Brasil produzirá um recorde de quase 60 milhões de sacas neste ano, sendo 44 milhões de arábica e 16 milhões de robusta, conforme a média das estimativas da pesquisa.

As projeções variam de um total de 55 milhões a 65 milhões de sacas para a safra do Brasil. A estatal Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) prevê que o país produzirá de 54,44 milhões a 58,51 milhões de sacas em 2018, o que seria um recorde.

Já a safra de café 2019/20 do Brasil foi estimada em 54 milhões de sacas, sendo 39 milhões de arábica e 15 milhões de robusta.

O Vietnã, maior produtor mundial de robusta, deve colher 28,5 milhões de sacas em 2017/18, com estimativas indo de 27 milhões a 30 milhões de sacas.

Os preços spot do café arábica foram previstos na pesquisa para encerrar o primeiro trimestre de 2018 em 1,25 dólar por libra-peso, queda de 1% frente ao fechamento de 2017. As cotações devem encerrar 2018, por sua vez, em 1,344 dólar por libra-peso, alta de 6,5% em relação ao término de 2017, com estimativas que variam de 1 dólar a 1,85 dólar.

“O mercado se concentrará em um grande déficit em 2019/20 devido às bienalidades negativas e ao reduzido cultivo em todo o mundo, dados os preços baixos”, disse um comerciante, referindo-se ao ciclo natural do café, que alterna anos de alta e baixa produção.

Os preços do segundo contrato do robusta na ICE foram estimados para terminar o primeiro trimestre em 1.750 dólares por tonelada e o ano em 1.800 dólares, ante 1.718 dólares no fim de 2017.

A notícia parte da Reuters.

Fonte : Safras & Mercado

0 comentário(s)

Escreva um comentário:

Nome:
E-mail:
Site: (opcional)
Comentário:

Outros artigosIr para página inicial

Café : Artigo : Percepção da safra 18/19 brasileira é menor do que se imaginava , por Rodrigo Costa – 14/02/2018

Café : Artigo : Percepção da safra 18/19 brasileira é menor do que se imaginava , por Rodrigo Costa – 14/02/2018(0)

Os mercados acionários recuaram nos últimos cinco dias, tendo as bolsas das principais economias devolvido os ganhos de janeiro e encerrado esta semana com perdas acumuladas de quase 7% desde o fim de dezembro. Não é de hoje que se fala de múltiplos inchados para grande parte dos papéis de empresas listadas, entretanto o argumento

Café : Após quedas consecutivas, Bolsa de Nova York reage nesta 3ª e fecha com alta de mais de 100 pts – 14/02/2018

Café : Após quedas consecutivas, Bolsa de Nova York reage nesta 3ª e fecha com alta de mais de 100 pts – 14/02/2018(0)

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) encerraram a sessão desta terça-feira (13) com leve alta. O mercado se acomoda tecnicamente depois de recuar nas últimas três, mas também tem suporte das dúvidas dos operadores com a safra 2018/19 do Brasil. O vencimento março/18 fechou a sessão de

Café : Mercado em NY continua dentro de intervalo , de olho no Dólar – 09/02/2018

Café : Mercado em NY continua dentro de intervalo , de olho no Dólar – 09/02/2018(0)

São Paulo, 09/02/2018 – Depois de tentar uma recuperação, os futuros do café voltaram a recuar ontem depois de duas sessões seguidas de alta. Sem novidades fundamentais, o mercado trabalha em meio à baixa volatilidade, com compras e vendas especulativas. Participantes aguardam os dados mais recentes sobre o posicionamento dos fundos no mercado para avaliar

Café :  IBGE aponta safra brasileira em 3,2 milhões de toneladas em 2018 – 08/02/2018

Café : IBGE aponta safra brasileira em 3,2 milhões de toneladas em 2018 – 08/02/2018(0)

Porto Alegre, 8 de fevereiro de 2018 – O IBGE estimou a produção de café em 2018 em 3,2 milhões de toneladas, ou 53,2 milhões de sacas de 60 kg, alta de 14,9% em relação a 2017. Apesar da redução de 11,2% na área plantada e de 1,5% na área a ser colhida, o rendimento

Café : Pesquisadores desenvolvem técnicas para detectar adulterantes no moído – 08/02/2018

Café : Pesquisadores desenvolvem técnicas para detectar adulterantes no moído – 08/02/2018(0)

Porto Alegre, 07 de fevereiro de 2018 – A adição de outros materiais vegetais ao café torrado e moído será mais facilmente desvendada por meio dos novos métodos de detecção desenvolvidos por pesquisa da Embrapa Agroindústria de Alimentos (RJ) e parceiros. As novas técnicas permitirão aos órgãos de fiscalização e de controle de qualidade detectar,



Cotações - Café, Dólar, Índices


  Café NY
Ativo
Último
Var.
Fech.
Março / 2018
117.95
Maio/2018
120.45
Julho/2018
122.75
Setembro/2018
125.05
Dezembro/2018
128.60
 
  Café BMF
Ativo
Último
Var.
Fech.
Março/2018
141.00
-1.00
142.00
Setembro/2018
150.75
+0.05
150.70
 
  Café Londres Robusta
Ativo
Último
Var.
Fech.
Janeiro / 2018
1728
Março / 2018
1791
+2
1789
Maio/2018
1751
-3
1754
Julho/2018
1779
-2
1781
Setembro/2018
1782
-1
1783
 
  Dólar
Ativo
Último
Var.
Fech.
Comercial
3.2350
+0.0130
3.2220
Paralelo
3.3600
+0.0200
3.3400
Turismo
3.3600
+0.0200
3.3400
PTAX800
3.23750
+0.00000
3.23750
PTAX850
3.23810
+0.00000
3.23810
 
  Dólar Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Fevereiro/2018
NA
NA
NA
Março/2018
3237.000
+2.000
3235.000
 
  Índice Bovespa Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Fevereiro/2018
83260
 


Início

Copyright © 2000 - 2014 - Café da Terra. Todos os direitos reservados.