Café : Exportações brasileiras caíram 10,9% em volume em março – Cecafé – 10/04/2018

Porto Alegre, 10 de abril de 2018 – O Brasil exportou, em março, um total de 2.523.719 sacas de café, com receita cambial de US$ 396,2 milhões. O volume de café exportado teve uma queda de 11% em relação ao mesmo mês do ano de 2017, embora tenha apresentado crescimento de 1% se comparado a fevereirodeste ano. Os dados são do relatório divulgado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Entre as variedades embarcadas no mês, o café arábica representou 84,5% do volume total de exportações (2.132.973 sacas), seguido pelo solúvel, com 13% (327.424 sacas), e robusta, com 2,5% (62.807 sacas). Vale destacar que a exportação de café robusta teve um crescimento de 204,5% em relação a março de 2017 e aumento de 133% em relação ao mês anterior deste ano
(fevereiro de 2018).

“No mês de março, tivemos uma boa exportação, acima dos 2,5 milhões de sacas, configurando um desempenho justo, alinhado ao que havíamos previsto. O mercado está otimista e já de olho na próxima safra devido às boas condições climáticas nas regiões produtoras” declara Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

Já no acumulado do ano civil (de janeiro a março de 2018), o Brasil registrou um total de 7.739.493 sacas exportadas, queda de 4,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita cambial também teve um declínio, alcançando US$ 1.233,1 milhões.

“É importante mencionar que o café mantém uma performance positiva mesmo em cenários adversos, como os anos de 2008, 2010 e 2014. Isso acontece, principalmente, porque o café é mais do que uma bebida; trata-se de um produto com sabor sem igual, que promove momentos de socialização entre os consumidores. A tendência de crescimento do consumo mundial na média de 2% ao ano se mantém e a boa reputação do café brasileiro garante que esteja sempre
com uma demanda atraente”, acrescenta Carvalhaes.

Principais destinos

No primeiro trimestre de 2018, Alemanha e EUA seguem ocupando o primeiro e segundo lugar no ranking dos principais países consumidores do café brasileiro, com 18,1% (1.401.735 sacas) e 16,9% (1.307.654 sacas), respectivamente.

O terceiro país que mais importou café brasileiro foi a Itália, com 10,6% (823.791 sacas), seguido pelo Japão, com 7,6% (588.391 sacas); Bélgica, com 5,9% (459.759 sacas), Turquia, com 2,9% (223.915 sacas); Federação Russa, 2,6% (204.194 sacas), França com 2,6% (198.833 sacas) e Canadá (198.676 sacas), com 2,6%; e Reino Unido, com 2,4% (185.686 sacas).

Se comparado com o ano civil de 2017, Canadá e Reino Unido são os países que apresentam, até o momento, um crescimento maior no consumo de café brasileiro, com aumento de 10,92% e 16,29%, respectivamente, em relação ao ano passado. Vale mencionar que o Japão teve o terceiro maior crescimento, de 9,95%, seguido da Itália que apontou crescimento de 4,6%.

Diferenciados

Quanto aos cafés diferenciados, no primeiro trimestre deste ano o Brasil exportou 1.392.422 sacas, registrando uma participação de 18% no total do café exportado e 21,6% da receita. Em relação ao mesmo período de 2017, o volume representou um crescimento de 24,2%.

Os principais destinos no período foram: Estados Unidos, responsável por 24,6% (343.174 sacas), em seguida Alemanha, com 14,1% (196.226 sacas), Bélgica, 12,1% (169.110 sacas), Japão com 9,3% (129.858 sacas) seguido da Itália, com 6,2% (86.708 sacas) e Reino Unido (85.861 sacas) com 6,2%.

Preços

Em março, o preço médio foi de US$ 157,00/saca, um decréscimo de 10,6% na comparação com o mesmo mês no ano passado, quando a média era de US$  175,62.

Portos

No ano civil, o Porto de Santos se manteve na liderança da maior parte das exportações, com 83,8% (6.482.803 sacas). O Porto do Rio de Janeiro aparece na sequência, com 11% dos embarques (851.514 sacas).

O relatório completo está disponível no site do Cecafé:

http://www.cecafe.com.br/

As informações partem da assessoria de imprensa do Cecafé

Edição: Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

0 comentário(s)

Escreva um comentário:

Nome:
E-mail:
Site: (opcional)
Comentário:

Outros artigosIr para página inicial

Café : Clima : No Sul de Minas as temperaturas poderão chegar a 3º graus por volta do dia 8 de maio – 19/04/2018

Café : Clima : No Sul de Minas as temperaturas poderão chegar a 3º graus por volta do dia 8 de maio – 19/04/2018(0)

Segundo a Somar Meteorologia, existe a previsão da chegada de uma onda de frio no início de maio, depois de uma frente fria pelo Centro-Sul do Brasil. No Sul de Minas Gerais há uma estimativa de mínimas em torno de 3 graus por volta de 8 de maio, o que pode afetar o café que

Café : Mercado em NY começa a atentar para clima no Brasil – 19/04/2018

Café : Mercado em NY começa a atentar para clima no Brasil – 19/04/2018(0)

São Paulo, 19/04/2018 – O mercado futuro de café arábica subiu ontem na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), interrompendo quatro pregões consecutivos de perdas. A queda da temperatura no Brasil, anunciando a aproximação da temporada de frio, pode ter contribuído para sustentar as cotações. O inverno oficial ainda está um pouco distante no

Café : INTL FCStone: Mercado de café deve atentar para clima no Brasil – 18/04/2018

Café : INTL FCStone: Mercado de café deve atentar para clima no Brasil – 18/04/2018(0)

São Paulo, 17 – O mercado de café deve concentrar atenção sobre o Brasil no fim do segundo trimestre, com acompanhamento da temporada de geadas, em junho. A expectativa é da consultoria INTL FCStone, em relatório trimestral sobre commodities agrícolas, divulgado nesta terça-feira . Conforme a FCStone, “a questão em si pode dar suporte aos

Café : NY deve tentar recuperação , depois de 4 quedas seguidas – 18/04/2018

Café : NY deve tentar recuperação , depois de 4 quedas seguidas – 18/04/2018(0)

São Paulo, 18/04/2018 – Os contratos futuros de café arábica voltaram a cair ontem na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), pela quarta sessão consecutiva. O clima nas regiões produtoras brasileiras tem favorecido os cafezais e a expectativa é de entrada da nova safra no mercado dentro do período considerado normal, entre maio e

Café : Indústria do café teme que decisão dos EUA sobre alertas de câncer se popularize – 17/04/2018

Café : Indústria do café teme que decisão dos EUA sobre alertas de câncer se popularize – 17/04/2018(0)

O diretor da Organização Internacional do Café criticou a decisão tomada por um juiz dos Estados Unidos que está exigindo alertas de câncer no café vendido no Estado da Califórnia pela Starbucks e outras redes, expressando o temor de que tais selos se disseminem. “Sentimos que isso realmente não se justifica”, disse o brasileiro José Sette,



Cotações - Café, Dólar, Índices


  Café NY
Ativo
Último
Var.
Fech.
Maio/2018
-
-
114.25
Julho/2018
-
-
116.25
Setembro/2018
-
-
118.40
Dezembro/2018
-
-
121.90
Março/2019
-
-
125.45
 
  Café BMF
Ativo
Último
Var.
Fech.
Setembro/2018
144.70
+0.65
144.05
Dezembro/2018
144.80
-0.75
144.80
Setembro/2019
156.30
-2.30
154.40
Dezembro/2019
158.80
-0.25
158.80
 
  Café Londres Robusta
Ativo
Último
Var.
Fech.
Março / 2018
-
-
1777
Maio/2018
-
-
1730
Julho/2018
-
-
1767
Setembro/2018
-
-
1746
 
  Dólar
Ativo
Último
Var.
Fech.
Comercial
-
-
3.3920
Paralelo
-
-
3.5200
Turismo
-
-
3.5200
PTAX800
-
-
3.39710
PTAX850
-
-
3.39770
 
  Dólar Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Abril/2018
NA
NA
NA
Maio/2018
-
-
3387.500
 
  Índice Bovespa Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Abril/2018
-
-
85980
 


Início

Copyright © 2000 - 2014 - Café da Terra. Todos os direitos reservados.