Café : Exportações brasileiras caíram 10,9% em volume em março – Cecafé – 10/04/2018

Porto Alegre, 10 de abril de 2018 – O Brasil exportou, em março, um total de 2.523.719 sacas de café, com receita cambial de US$ 396,2 milhões. O volume de café exportado teve uma queda de 11% em relação ao mesmo mês do ano de 2017, embora tenha apresentado crescimento de 1% se comparado a fevereirodeste ano. Os dados são do relatório divulgado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Entre as variedades embarcadas no mês, o café arábica representou 84,5% do volume total de exportações (2.132.973 sacas), seguido pelo solúvel, com 13% (327.424 sacas), e robusta, com 2,5% (62.807 sacas). Vale destacar que a exportação de café robusta teve um crescimento de 204,5% em relação a março de 2017 e aumento de 133% em relação ao mês anterior deste ano
(fevereiro de 2018).

“No mês de março, tivemos uma boa exportação, acima dos 2,5 milhões de sacas, configurando um desempenho justo, alinhado ao que havíamos previsto. O mercado está otimista e já de olho na próxima safra devido às boas condições climáticas nas regiões produtoras” declara Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

Já no acumulado do ano civil (de janeiro a março de 2018), o Brasil registrou um total de 7.739.493 sacas exportadas, queda de 4,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita cambial também teve um declínio, alcançando US$ 1.233,1 milhões.

“É importante mencionar que o café mantém uma performance positiva mesmo em cenários adversos, como os anos de 2008, 2010 e 2014. Isso acontece, principalmente, porque o café é mais do que uma bebida; trata-se de um produto com sabor sem igual, que promove momentos de socialização entre os consumidores. A tendência de crescimento do consumo mundial na média de 2% ao ano se mantém e a boa reputação do café brasileiro garante que esteja sempre
com uma demanda atraente”, acrescenta Carvalhaes.

Principais destinos

No primeiro trimestre de 2018, Alemanha e EUA seguem ocupando o primeiro e segundo lugar no ranking dos principais países consumidores do café brasileiro, com 18,1% (1.401.735 sacas) e 16,9% (1.307.654 sacas), respectivamente.

O terceiro país que mais importou café brasileiro foi a Itália, com 10,6% (823.791 sacas), seguido pelo Japão, com 7,6% (588.391 sacas); Bélgica, com 5,9% (459.759 sacas), Turquia, com 2,9% (223.915 sacas); Federação Russa, 2,6% (204.194 sacas), França com 2,6% (198.833 sacas) e Canadá (198.676 sacas), com 2,6%; e Reino Unido, com 2,4% (185.686 sacas).

Se comparado com o ano civil de 2017, Canadá e Reino Unido são os países que apresentam, até o momento, um crescimento maior no consumo de café brasileiro, com aumento de 10,92% e 16,29%, respectivamente, em relação ao ano passado. Vale mencionar que o Japão teve o terceiro maior crescimento, de 9,95%, seguido da Itália que apontou crescimento de 4,6%.

Diferenciados

Quanto aos cafés diferenciados, no primeiro trimestre deste ano o Brasil exportou 1.392.422 sacas, registrando uma participação de 18% no total do café exportado e 21,6% da receita. Em relação ao mesmo período de 2017, o volume representou um crescimento de 24,2%.

Os principais destinos no período foram: Estados Unidos, responsável por 24,6% (343.174 sacas), em seguida Alemanha, com 14,1% (196.226 sacas), Bélgica, 12,1% (169.110 sacas), Japão com 9,3% (129.858 sacas) seguido da Itália, com 6,2% (86.708 sacas) e Reino Unido (85.861 sacas) com 6,2%.

Preços

Em março, o preço médio foi de US$ 157,00/saca, um decréscimo de 10,6% na comparação com o mesmo mês no ano passado, quando a média era de US$  175,62.

Portos

No ano civil, o Porto de Santos se manteve na liderança da maior parte das exportações, com 83,8% (6.482.803 sacas). O Porto do Rio de Janeiro aparece na sequência, com 11% dos embarques (851.514 sacas).

O relatório completo está disponível no site do Cecafé:

http://www.cecafe.com.br/

As informações partem da assessoria de imprensa do Cecafé

Edição: Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

0 comentário(s)

Escreva um comentário:

Nome:
E-mail:
Site: (opcional)
Comentário:

Outros artigosIr para página inicial

Café : Concorrência no café se acirra e empresas médias buscam diferencial – 22/06/2018

Café : Concorrência no café se acirra e empresas médias buscam diferencial – 22/06/2018(0)

Diante de um mercado com concorrência cada vez mais acirrada — sobretudo por causa do avanço de grandes empresas —,  as companhias médias de café do país, que têm atuação mais regional, apostam em serviços e inovações para continuar a crescer. Isso também tem permitido que resistam ao assédio das grandes, que  nos últimos anos

Café : Semana : Comercialização de café do Brasil 2018/19 atinge 24% – 22/06/2018

Café : Semana : Comercialização de café do Brasil 2018/19 atinge 24% – 22/06/2018(0)

Porto Alegre, 22 de junho de 2018 – A comercialização da safra de café do Brasil 2018/19 (julho/junho) chegou a 24% até o dia 18 de junho. O dado faz parte de levantamento de SAFRAS & Mercado. No último mês, a comercialização avançou em nove pontos percentuais. As vendas estão avançadas em relação ao ano,

Agronegócio : Tecnologias focadas na nutrição do solo ganham destaque na Hortitec – 21/06/2018

Agronegócio : Tecnologias focadas na nutrição do solo ganham destaque na Hortitec – 21/06/2018(0)

Tendências de mercado, soluções à base de aminoácidos facilitam aproveitamento de nutrientes e equilíbrio biológico Será apresentada durante a Hortitec, exposição técnica de horticultura, que ocorre entre os dias 20 e 22 de junho, em Holambra (SP), a Linha Solo desenvolvida pela Alltech Crop Science, que tem como objetivo melhorar as condições para o desenvolvimento

Café : Região do Cerrado Mineiro participa da World of Coffee em Amsterdam – 21/06/2018

Café : Região do Cerrado Mineiro participa da World of Coffee em Amsterdam – 21/06/2018(0)

Mais uma vez a Federação dos Cafeicultores do Cerrado leva a Região do Cerrado Mineiro para expor sua origem e seus cafés para o mercado europeu, desta vez na World of Coffee que acontece em Amsterdam, Holanda. O evento é organizado pela SCA – Associação de Cafés Especiais e reúne milhares de visitantes na maior

Café : Mercado em Nova York deve manter inclinação baixista – 21/06/2018

Café : Mercado em Nova York deve manter inclinação baixista – 21/06/2018(0)

São Paulo, 21/06/2018 – O mercado futuro de café arábica subiu ontem na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), interrompendo uma sequência de cinco pregões consecutivos de queda. Os contratos se afastaram do suporte de 115,30 centavos de dólar por libra-peso, mas devem continuar pressionados pelo avanço da colheita no Brasil. O fim das



Cotações - Café, Dólar, Índices


  Café NY
Ativo
Último
Var.
Fech.
Julho/2018
113.85
Setembro/2018
116.95
Dezembro/2018
120.35
Março/2019
123.90
Maio/2019
126.30
 
  Café BMF
Ativo
Último
Var.
Fech.
Setembro/2018
136.50
-0.25
136.75
Dezembro/2018
140.50
+0.25
140.50
Setembro/2019
161.75
+3.00
152.55
Dezembro/2019
157.50
+0.95
156.45
 
  Café Londres Robusta
Ativo
Último
Var.
Fech.
Julho/2018
1724
Setembro/2018
1705
Novembro / 2018
1702
Janeiro/2019
1707
Março/2019
1716
 
  Dólar
Ativo
Último
Var.
Fech.
Comercial
3.7840
Paralelo
3.9200
Turismo
3.9200
PTAX800
3.76570
PTAX850
3.76630
 
  Dólar Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Julho/2018
3786.000
Agosto/2018
3781.500
 
  Índice Bovespa Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Agosto/2018
70980
 


Início

Copyright © 2000 - 2014 - Café da Terra. Todos os direitos reservados.