Café : Artigo : Ajuda do real mais ” Forte ” durou pouco , por Rodrigo Costa – 07/10/2019

O último trimestre do ano de 2019 começou volátil para os mercados acionários, depois o terceiro ter sido positivo para a maior parte dos índices globais.

A queda dos indicadores de produção de manufaturados americanos e da atividade de serviços fez o S&P500 afundar 4% em duas sessões, para recuperar metade das perdas na sexta-feira após os dados do mercado de trabalho apontar a menor taxa de desemprego desde dezembro de 1969.

Especula-se também sobre a crescente performance de Elizabeth Warren dentro do partido democrata, a qual promete ir atrás das empresas super poderosas do ramo de tecnologia.

Na Europa o impacto negativo para as bolsas foi maior com a guerra comercial ameaçando respingar no continente após a WTO dar ganho de causa aos Estados Unidos em relação aos programas de subsídios à Airbus.

O índice do dólar (DXY) recuou do seu mais alto patamar desde maio de 2017 em resposta ao aumento da expectativa do FED cortar os juros no fim de outubro.

O mercado de café em Nova Iorque teve grandes oscilações, subindo rapidamente junto com a valorização do Real, mas não conseguindo sustentar e encerrando a semana com US$ 1.90 centavos por libra-peso de perdas.

Fotos das floradas abrindo ou com os botões a ponto de desabrochar proporcionaram um alívio entre os que estavam preocupados com as condições das lavouras no Brasil, assim como o prognóstico de chuvas e boa umidade desencadeou mais vendas no terminal.

A movimentação do físico foi mais lenta e os diferenciais pouco mudaram, ainda que tenham sido reportados negócios incompatíveis com o custo de reposição.

No noticiário chamou atenção a divulgação da Cooxupé ter exportado em um único dia oitenta mil sacas de café, ou duzentos e quinze containers, uma marca que demonstra aos agentes internacionais os músculos da maior cooperativa do mundo – parabéns a todos os profissionais e amigos.

A Organização Internacional do Café anunciou um superávit de 4.05 milhões de sacas para o ciclo de 2018/2019, acima do superávit de 1.43 milhões de sacas da safra de 2017/2018. A entidade estima a produção total em 168.87 milhões de sacas, sendo 102.68 milhões de arábica e 66.04 milhões de robusta (tem algum erro de arredondamento no relatório).

Interessante notar o crescimento do consumo, estimado em 2.1%, para um total de 164.82 milhões de sacas, com a taxa de aumento de 2.4% entre os importadores e 1.3% entre os países produtores.

Assumido a manutenção deste percentual e a queda, principalmente, da produção do Brasil, as estatísticas de 2019/2020 devem mostrar um déficit significativo.

Boa parte dos profissionais de café, produtores, exportadores, comerciantes e torrefadores, se encontrarão na próxima semana na Basiléia, Suíça, para mais uma edição do jantar da Swiss Coffee Association.

Os mais otimistas para preço esperam ouvir notícias animadoras por lá, torcendo para eventualmente mudar o tom negativo que impera no mercado há alguns anos. Os pessimistas aproveitarão para ao menos socializar e trocar informações tentando talvez antecipar quando a maré virará.

Tecnicamente o contrato “C” fechou bem em cima do primeiro suporte, 98.90, que se não for respeitado pode levar as cotações para 97.25, 95.30 e então 93.40. A resistência mais próxima se encontra a US$ 103.00 centavos por libra.

Uma ótima semana e bons negócios a todos.

Rodrigo Costa*

*Rodrigo Corrêa da Costa escreve este relatório sobre café semanalmente como colaborador da Archer Consulting

0 comentário(s)

Escreva um comentário:

Nome:
E-mail:
Site: (opcional)
Comentário:

Outros artigosIr para página inicial

Café : Clima favorável aos cafezais do Brasil pressiona contratos em NY – 11/10/2019

Café : Clima favorável aos cafezais do Brasil pressiona contratos em NY – 11/10/2019(0)

São Paulo, 11/10/2019 – Os contratos futuros café arábica caíram ontem na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), pela quinta sessão consecutiva, batendo os níveis mais baixos em 14 anos. Entre outros fatores, a melhora na perspectiva para a próxima safra brasileira em 2020 pressiona as cotações. As chuvas das últimas semanas induziram a

Café : NY deve continuar pressionada por Clima ; Fundos menos vendidos – 07/10/2019

Café : NY deve continuar pressionada por Clima ; Fundos menos vendidos – 07/10/2019(0)

São Paulo, 07/10/2019 – Sem novidades, os contratos futuros de café arábica retomam negócios nesta segunda-feira na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado oscila dentro de intervalo de negociação, acompanhando a evolução do clima nas regiões produtoras e a oscilação do dólar. Pelos indicadores técnicos, os futuros de arábica em Nova York

Café : Mercado em NY deve continuar acompanhando Dólar e Clima no Brasil – 04/10/2019

Café : Mercado em NY deve continuar acompanhando Dólar e Clima no Brasil – 04/10/2019(0)

São Paulo, 04/10/2019 – Os contratos futuros de café arábica encerram a primeira semana de outubro na tentativa de sustentar ganhos anteriores na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado se afasta do suporte psicológico de 100 centavos de dólar por libra-peso, mas o avanço tem sido limitado. A forte queda do dólar

Café : Mercado em NY deve continuar a trabalhar dentro de intervalo  – 02/10/2019

Café : Mercado em NY deve continuar a trabalhar dentro de intervalo – 02/10/2019(0)

São Paulo, 02/10/2019 – Os contratos futuros de café arábica tiveram leve alta ontem na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), pela terceira sessão consecutiva. O mercado, no entanto, continua dentro de intervalo de negociação, na expectativa de novidades nos fundamentos. Pelos indicadores técnicos, os futuros de arábica devem romper acima de 104,25 centavos

Café : Artigo : Chuvas chegam para estimular florada , por Rodrigo Costa – 30/09/2019

Café : Artigo : Chuvas chegam para estimular florada , por Rodrigo Costa – 30/09/2019(0)

Pela segunda semana consecutiva as bolsas de ações americanas fecham em baixa empurradas por dados de consumo e investimentos das empresas abaixo do esperado. O pedido de impeachment de Donald Trump pouco influenciou as cotações já que o presidente tem maioria absoluta no senado, onde é necessário dois terços para afastá-lo – assumindo que o



Cotações - Café, Dólar, Índices


  Café NY
Ativo
Último
Var.
Fech.
Setembro/2019
NA
NA
NA
Dezembro/2019
94.85
+1.15
93.70
Março/2020
98.45
+1.10
97.35
Maio/2020
100.75
+1.05
99.70
Julho/2020
102.95
+1.00
101.95
 
  Café BMF
Ativo
Último
Var.
Fech.
Setembro/2019
NA
NA
NA
Dezembro/2019
-
-
112.85
Março/2020
-
-
118.00
 
  Café Londres Robusta
Ativo
Último
Var.
Fech.
Setembro/2019
-
Novembro/2019
1251
+9
1242
Janeiro/2020
1276
+13
1263
Março/2020
1298
+11
1287
Maio/2020
1325
+11
1314
 
  Dólar
Ativo
Último
Var.
Fech.
Comercial
4.1340
+0.0380
4.0960
Paralelo
4.3300
+0.0400
4.2900
Turismo
4.3360
+0.0380
4.2980
PTAX800
4.12570
+0.02030
4.10540
PTAX850
4.12630
+0.02030
4.10600
 
  Dólar Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Outubro/2019
4164.500
+9.500
4164.500
Setembro/2019
NA
NA
NA
Novembro/2019
4138.000
+26.000
4112.000
 
  Índice Bovespa Futuro
Ativo
Último
Var.
Fech.
Outubro/2019
104060
+510
103550
 
essay writing paper speech essay thesis writing help multiple choice questions and answers academic report writing best assignment writing service uk reviews write my paper for cheap top rated resume writing services analytical essay introduction essay writing help


Início

Copyright © 2000 - 2014 - Café da Terra. Todos os direitos reservados.